Atellier Carvalho, Artes Poéticas.

Rosto bonito , envelhece, cria rugas, mas, o caráter é intocável, permanece eterno! Geilda Souza de

Textos


Na vida sou poeta, fiel e amiga,
Na morte, alimento pra formiga,
Na morte, semente energética.
Na vida, semente poética,
 
Na vida, sementeira do amor.
Na morte, espírito elevado,
Na morte, espirito de luz,
Na vida, iluminada pelo Senhor!
 
Na vida, sou grão semeado.
Na morte, poeta deixou escrito.
Na morte, lápide eterno grito!
Na vida, meu nome gravado.
 
Na vida, canto meus versos.
Na morte, gravei meu canto.
Na morte, levarei meu silencio,
Na vida, deixo meu som.
 
Geilda Souza de Carvalho
# Direitos Autorais Reservados.
19/04/2017
 
 
Vida e morte!
 
atelliercarvalho
Enviado por atelliercarvalho em 14/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras