Atellier Carvalho, Artes Poéticas.

Rosto bonito , envelhece, cria rugas, mas, o caráter é intocável, permanece eterno! Geilda Souza de

Textos


S’ol de Outono. Folhas esvaindo,                                               
Vento que sopra linda canção,                                       
Arrastando, folhas, pelo jardim do chão.
Brisa que sopra. Sua pele macia,  


Que sopra o vento  estação,                                                                   
Sol quente, do coração ardente.
Da noite de sonhos, amor em poesia,  


Guardadas na mente, minha fantasia,                                 
Folhas de outono, baile de emoção.                                       
Sopro do vento em meu coração!
Dias quente noite fria.      


Lindo bailar em alegoria                                                        
Saltitar das folhagens perfeita sintonia.                                                
Numa linda e suave canção!

Geilda Souza de Carvalho
27/04/2016
Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais

 
atelliercarvalho
Enviado por atelliercarvalho em 12/06/2017
Alterado em 12/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras